Agente Fiduciário

TRX SECURITIZADORA DE CRÉDITOS IMOBILIÁRIOS S.A. 
1ª Emissão de CRI's - 8ª Série
R$ 45.973.330,65
14I0103933 / BRTRXSCRI046


A decisão de investimento deve ser baseada na leitura e compreensão da íntegra dos instrumentos legais relacionados à emissão cujas cópias podem ser solicitadas à Simplific Pavarini. As informações a seguir não representam uma recomendação de investimento, uma análise de crédito ou da situação econômica ou financeira da Emissora, nem tampouco garantia, explícita ou implícita, acerca do pontual pagamento das obrigações relativas aos títulos emitidos. Recomenda-se a leitura atenta dos Fatores de Risco descritos na documentação da emissão.


Assembléias Emissora Rating
Avisos Eventos de Pagamento Relatórios
Covenants Garantia Remuneração
Documentação Oferta Repactuação
Emissão PU's Diários Resgate Antecipado

Eventos de Pagamento em 12/07/2019

Em 12/06/2019 foram pagos valores de amortização a menor e juros a maior que os valores apurados na curva de remuneração do ativo. Em 18/06/2019 a diferença do valor de amortização foi paga, acrescida de encargos morátórios considerando multa de 5,0% ao invés de multa de 2,0% sobre o valor devido.
Desta forma, após a dedução do valor de juros pago a maior em 12/06/2019 e valor da multa pago a maior em 18/06/2019, teremos os seguintes valores de pagamento para 12/07/2019:
 

Emissora

TRX SECURITIZADORA

Título

CRI - CONTAX

Emissão

Série

Código CETIP

14I0103933

Código ISIN

BRTRXSCRI046

Parcela

58

Data de Apuração

10/07/2019

Data de Pagamento

12/07/2019

Evento

AMORTIZAÇÃO

Valor por CRI

R$3.948,71048328

Evento

JUROS

Valor por CRI

R$1.432,67394844

Quantidade

135

Valor Total R$

R$726.486,90

   

Valor de Juros Pagos em 12/06/2019

R$2.368,57156700

Valor de Juros Devidos em 12/06/2019

R$1.455,24627338

Juros Pagos a Maior em 12/06/2019

R$913,32529362

Fator IPCA em 12/06/2019

1,31548044

Fator IPCA em 10/07/2019

1,31702781

Fator Juros em 12/06/2019

1,000546129

Fator Juros em 10/07/2019

1,005749257

Juros Pagos a Maior em 10/07/2019

R$919,15475891

   

Valor da Multa Paga em 18/06/2019

R$136,84451902

Valor da Multa Devida em 18/06/2019

R$54,73780760

Multa Paga a Maior em 18/06/2019

R$82,10671142

Fator IPCA em 18/06/2019

1,31580605

Fator IPCA em 10/07/2019

1,31702781

Fator Juros em 18/06/2019

1,001639283

Fator Juros em 10/07/2019

1,005749257

Multa Paga a Maior em 10/07/2019

R$82,52016662

   

Juros e Multa Pagos a Maior em 10/07/2019

R$ 1.001,67492553

Juros Apurados em 10/07/2019

R$1.432,67394844

Juros Devidos em 10/07/2019 R$/CRI

R$ 430,99902291

Juros Devidos em 10/07/2019 R$

R$ 58.184,87

   

VALORES DE PAGAMENTO EM 12/07/2019

VALORES POR CRI

AMORTIZAÇÃO

R$3.948,71048328

JUROS

R$ 430,99902291


A Simplific Pavarini Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda. exerce a função de agente fiduciário das seguintes emissões da TRX SECURITIZADORA S.A. cujas características são descritas nos links a seguir:

1ª Emissão de Debêntures – Série Única
www.simplificpavarini.com.br/CAR-TRXHOLDING-SP.htm

1ª Emissão/6ª Série:
www.simplificpavarini.com.br/CAR-BRF-SP.htm

1ª Emissão/7ª Série:
www.simplificpavarini.com.br/CAR-ATENTOTRX-SP.htm

1ª Emissão/9ª Série:
www.simplificpavarini.com.br/CAR-AMBEVMGTRX-SP.htm

1ª Emissão/10ª Série:
www.simplificpavarini.com.br/CAR-ATENTOSPTRX-SP.htm

1ª Emissão/11ª Série:
www.simplificpavarini.com.br/CAR-ATENTOBATRX-SP.htm

1ª Emissão/12ª Série:
www.simplificpavarini.com.br/CAR-TELEPERFORMANCETRX-SP.htm

1ª Emissão/13ª Série:
www.simplificpavarini.com.br/CAR-TRXAMBEVEMBU-SP.htm

1ª Emissão/14ª Série:
www.simplificpavarini.com.br/CAR-BRFFORTALEZA.SP-htm

1ª Emissão/15ª Série:
www.simplificpavarini.com.br/CAR-BRFSALVADOR-SP.htm


 

Emissora

    14I0103933 voltar


Denominação social

TRX SECURITIZADORA DE CRÉDITOS IMOBILIÁRIOS S.A.

Endereço da sede

Rua dos Pinheiros, 870, conjunto 242, Parte A, Pinheiros, CEP 05422-001

CNPJ

11.716.471/0001-17

Contato

At.: Sr. Luiz Augusto Faria do Amaral e Sr. Eduardo Menge
Rua dos Pinheiros, 870, conjunto 242, sala A
São Paulo - SP
CEP 05422-001
Telefone: (11) 4872-2600
Fax: (11) 4872-2622
E-mail: ri@trxsecuritizadora.com.br

Situação

Operacional

Auditor independente

PricewaterhouseCoopers

 

 

 

 

Oferta

  14I0103933 voltar


Código CETIP / ISIN

14I0103933 / BRTRXSCRI046

Coordenador Líder

Banco Bradesco BBI S.A.

Rating

4.11. Os CRI serão objeto de classificação de risco ("Rating") a ser atribuída pela FITCH RATINGS BRASIL LTDA., com sede em São Paulo, Estado de São Paulo, na Alameda Santos, 1.470, conjunto 511, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 01.813.375/0001-33, agência classificadora de risco autorizada a funcionar no Brasil nos termos da regulamentação aplicável ("Agência de Classificação de Risco").

4.11.1. A classificação de risco deverá existir durante toda a vigência dos CRI, devendo o Rating ser revisado trimestralmente, de acordo com o disposto no artigo 7, parágrafo 7º, da Instrução CVM 414, pela Agência de Classificação de Risco.

Registro

2.3. Os CRI serão ofertados publicamente com esforços restritos de distribuição, sem registro da oferta na CVM, em regime de garantia firme de colocação, nos termos do artigo 6º, da Instrução CVM 476, e das demais disposições legais e regulamentares pertinentes ("Oferta").

2.4. A Oferta, por se realizar no âmbito da Instrução CVM 476 e sem a utilização de prospecto, deverá ser registrada perante a ANBIMA – Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais ("ANBIMA") exclusivamente para fins de composição da base de dados da ANBIMA, nos termos do parágrafo 1º, inciso I, e do parágrafo 2º, ambos do artigo 1º do Código ANBIMA de Regulação e Melhores Práticas para as Ofertas Públicas de Distribuição e Aquisição de Valores Mobiliários, condicionado à expedição de diretrizes específicas nesse sentido.

Distribuição e Negociação

2.6. Os CRI serão registrados para distribuição no mercado primário por meio do Módulo de Títulos e Valores Mobiliários - CETIP 21 ("CETIP 21") operacionalizado e administrado pela CETIP S.A. - Mercados Organizados ("CETIP"), e para negociação no mercado secundário, por meio do CETIP 21, operacionalizado e administrado pela CETIP, sendo a liquidação financeira e a custódia eletrônica dos CRI realizada através da CETIP.

2.7. Não obstante o descrito na cláusula 2.6 acima, os CRI somente poderão ser negociados em mercado secundário (i) depois de decorridos 90 (noventa) dias de sua subscrição ou aquisição pelo investidor, nos termos do artigo 13 da Instrução CVM 476; (ii) entre quaisquer Investidores Qualificados, nos termos do artigo 15 da Instrução CVM 476; e (iii) desde que cumpridas, pela Emissora, as obrigações estabelecidas no artigo 17 da Instrução CVM 476.

Banco Liquidante e Escriturador

BANCO BRADESCO S.A.

Status da Emissão / Emissora

ATIVA / ADIMPLENTE

 

 

 

Emissão

   14I0103933 voltar


Título

Certificados de Recebíveis Imobiliários - CRIs

Contrato de Cessão

A CCI, que representa os Créditos Imobiliários (ambos abaixo definidos) e servirá de lastro para emissão dos CRI, será adquirida pela Emissora, na forma regulada pelo “Instrumento Particular de Cessão de Créditos Imobiliários e Outras Avenças”, firmado entre a Emissora e Cedente, em 17 de setembro de 2014 ("Contrato de Cessão"), o qual será registrado em Cartório de Títulos e Documentos de acordo com seus termos, na forma substancialmente prevista no Anexo 2.8 ao presente instrumento.

Cedente

WINDSOR 33 EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS S.A., sociedade por ações de capital fechado, com sede em São Paulo, Estado de São Paulo, na Rua dos Pinheiros, 870, conjunto 242, Pinheiros, CEP 05422-001, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 18.003.209/0001-74

Créditos Imobiliários

3.1. A Cedente é uma sociedade de propósito específico que tem por atividade o investimento no mercado imobiliário, com vistas ao desenvolvimento de empreendimentos para locação a terceiros, consistentes na aquisição do direito de propriedade de terrenos e construção de empreendimentos sob medida para o uso do futuro locatário.

3.2. No âmbito de suas atividades, a Cedente realizou a aquisição de (i) imóvel localizado na comarca de Salvador, Estado da Bahia, matriculado sob o n° 19.552 do 4° Ofício de Registro de Imóveis e Hipotecas da cidade de Salvador, Estado da Bahia; e (ii) imóvel localizado na comarca de Salvador, Estado da Bahia, matriculado sob o n° 19.553 do 4° Ofício de Registro de Imóveis e Hipotecas da cidade de Salvador, Estado da Bahia ("Imóvel"), para posterior locação à CONTAX S.A., sociedade por ações de capital fechado, com sede no Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro, na Rua do Passeio, 48 ao 56, parte, Centro, CEP 20021-290, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 02.757.614/0001-48 ("Devedora"), nos termos do "Contrato de Locação de Imóvel Comercial e Outras Avenças Celebrado na Modalidade Especial da Built to Suit/Retrofit", celebrado entre a Emissora e a Devedora, em 7 de junho de 2013, conforme alterado ("Contrato de Locação").

3.2.1. A implementação do escopo descrito na cláusula 3.2, acima, pela Cedente se deu por meio de contratação de financiamento junto ao BANCO BRADESCO S.A., instituição financeira, com sede em Osasco, Estado de São Paulo, na Cidade de Deus, s/nº, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 60.746.948/0001-12 ("Financiador"), na qual a Cedente emitiu uma cédula de crédito bancário, no valor de face de R$45.000.000,00 (quarenta e cinco milhões de reais), de modo a obter recursos para finalidade descrita na cláusula 3.2, acima ("Operação Financeira"). À época de sua contratação, a Operação Financeira contou com as seguintes garantias, constituídas pela Cedente em favor do Financiador: (i) alienação fiduciária do Imóvel em favor do Financiador; e (ii) cessão fiduciária de recebíveis oriundos do Contrato de Locação, em favor do Financiador.

3.2.2. Para viabilizar a implementação de operação financeira para captação de recursos destinados ao pagamento da Operação Financeira ao Financiador, mediante a securitização dos créditos imobiliários oriundos do Contrato de Locação ("Securitização"), o Financiador, por meio da celebração do "Termo de Liberação de Cessão Fiduciária", datado de 10 de setembro de 2014 ("Termo de Liberação"), liberou os recebíveis oriundos do Contrato de Locação de cessão fiduciária constituída em seu favor pela Cedente, como garantia da Operação Financeira, sob a condição resolutiva de que os recursos captados por meio da Securitização fossem destinados, pela Cedente, ao pagamento da Operação Financeira ("Condição Resolutiva").

3.2.3. A Cedente emitiu, na presente data, 1 (uma) cédula de crédito imobiliário escritural, sem garantia real, de acordo com a "Escritura Particular de Emissão Privada de Cédula de Crédito Imobiliário, sem Garantia, sob a Forma Escritural", representativa da titularidade dos créditos imobiliários oriundos do Contrato de Locação ("CCI"), para fins de implementação da Securitização.

3.3. O Contrato de Cessão tem por objeto a cessão, pela Cedente à Emissora, da integralidade dos créditos imobiliários objeto do Contrato de Locação, listados no Anexo 3.3 ao presente Termo de Securitização ("Créditos Imobiliários"), representados pela CCI, emitida na forma prevista pela Escritura (abaixo definida).

3.3.1. Sem prejuízo da identificação e da descrição dos Créditos Imobiliários realizada no âmbito do Anexo 3.3 ao presente Termo de Securitização, integrará a definição de Créditos Imobiliários, representados pela CCI, a fiança outorgada pela CONTAX PARTICIPAÇÕES S.A., sociedade por ações de capital fechado, com sede no Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro, na Rua do Passeio, 48 ao 56, parte, Centro, CEP 20021-290, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 04.032.433/0001-80 ("Fiadora"), em favor da Cedente, no âmbito do Contrato de Locação, por meio da qual a Fiadora assume responsabilidade solidária com a Devedora por todas as obrigações assumidas no âmbito do Contrato de Locação, na qualidade de fiadora e principal pagadora, na forma prevista na cláusula 10ª do Contrato de Locação, bem como todos os bens e direitos dela decorrentes ("Fiança"), que deverá ser excutida na forma e nas hipóteses previstas no Contrato de Locação e/ou no Contrato de Cessão.

3.3.2. Conforme estabelecido no Contrato de Cessão, e observada a Condição Resolutiva, a Cedente utilizará os recursos captados com a cessão dos Créditos Imobiliários à Emissora para o pagamento da Operação Financeira, comprometendo-se, ainda, em caso de insuficiência de tais recursos para liquidação da Operação Financeira, a utilizar recursos próprios ou captados perante terceiros, desde que respeitadas as limitações previstas nos Documentos da Securitização, para fins de cumprimento da presente destinação de recursos.

3.4. Nos termos da cláusula 3.3, acima, os Créditos Imobiliários cedidos, representados pela CCI, constituem vínculo irrevogável aos CRI emitidos por meio deste Termo de Securitização, sendo que a CCI corresponderá ao direito de recebimento de 100% (cem por cento) dos pagamentos oriundos do Contrato de Locação. No Anexo 3.3, estão discriminadas as características específicas dos Créditos Imobiliários vinculados aos CRI, incluindo a identificação da Devedora, nos termos do item 2 do anexo III da Instrução CVM 414, em adição às características gerais aqui descritas.

3.6. O valor dos Créditos Imobiliários representados pela CCI correspondem a R$62.160.000,00 (sessenta e dois milhões, cento e sessenta mil reais). Este valor será atualizado e/ou acrescido, se aplicável, nos termos do Contrato de Locação.

3.7. Os Créditos Imobiliários, representados pela CCI, corresponderão ao lastro dos CRI objeto da presente Emissão, aos quais estão vinculados em caráter irrevogável e irretratável, segregados do restante do patrimônio da Emissora, mediante instituição de Regime Fiduciário (abaixo definido), na forma prevista pela cláusula 6ª, abaixo.

3.8. Até a quitação integral das Obrigações, a Emissora obriga-se a manter os Créditos Imobiliários vinculados aos CRI, agrupados em Patrimônio Separado (abaixo definido) constituído especialmente para esta finalidade, nos termos da cláusula 6ª, abaixo, conforme descrito no Contrato de Cessão.

Contrato de Locação

Contrato de Locação de Imóvel Comercial e Outras Avenças Celebrado na Modalidade Especial da Built to Suit/Retrofit, celebrado entre a Emissora e a Devedora, em 7 de junho de 2013, conforme alterado.

Imóvel

3.5. O Imóvel está abaixo descrito:
PROPRIETÁRIO / CIDADE-UF / CARTÓRIO / MATRÍCULA
Cedente / Salvador-BA / 4° Ofício de Registro de Imóveis e Hipotecas da cidade de Salvador, Estado da Bahia / 19.552
Cedente / Salvador-BA / 4° Ofício de Registro de Imóveis e Hipotecas da cidade de Salvador, Estado da Bahia / 19.553

Devedora

CONTAX S.A., sociedade por ações de capital fechado, com sede no Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro, na Rua do Passeio, 48 ao 56, parte, Centro, CEP 20021-290, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 02.757.614/0001-48.

Forma

Nominativa escritural

Emissão / Série

1ª / 8ª

Data de emissão

19 de setembro de 2014

Data de vencimento

13 de dezembro de 2023

Quantidade de títulos da emissão

135

Valor nominal na data de emissão

R$340.543,19

Valor total da emissão

R$45.973.330,65

Integralização e subscrição

5.8. Todos os CRI serão subscritos no mercado primário e integralizados à vista, em moeda corrente nacional, no ato da subscrição, em uma única data, que poderá ocorrer a qualquer momento do Prazo Máximo de Colocação ("Data de Integralização"). A subscrição e integralização dos CRI será realizada por seu Valor Nominal ("Preço de Subscrição").

5.9. O Preço de Subscrição será pago à vista: (i) nos termos do respectivo Boletim de Subscrição (definido abaixo) assinado pelo investidor, na forma substancialmente prevista no Anexo 5.9 ao presente Termo de Securitização; e (ii) para prover recursos a serem destinados pela Emissora conforme a cláusula 4.4, acima.

Remuneração

IPCA + 7,1215% a.a.

Amortização e Pagamento de Juros

5.1. As amortizações dos CRI ocorrerão em periodicidade mensal, sendo a primeira delas devida em 14 de outubro de 2014 e as demais devidas nas datas previstas no Anexo 5.23 a este Termo de Securitização, conforme o cálculo abaixo ("Amortização"):

em que:

AMi = Valor unitário da i-ésima parcela de Amortização. Valor em reais, calculado com 8 (oito) casas decimais, sem arredondamento.

VNa = Valor Nominal Unitário, ou seu saldo, expresso em reais, atualizado pela Atualização Monetária, calculado com 8 (oito) casas decimais, sem arredondamento.

TAi = i-ésima Taxa de Amortização, expressa em percentual, com 4 (quatro) casas decimais de acordo com a tabela do Anexo 5.23.

Os Juros Remuneratórios deverão ser pagos ao final de cada Período de Capitalização, observadas as hipóteses de prorrogação de prazo previstas nas cláusulas 5.41 e 5.42, abaixo, sendo o primeiro pagamento devido em 19 de outubro de 2014 e os demais devidos nas datas previstas no Anexo 5.11 a este Termo de Securitização.

Destinação dos Recursos

4.4. Os recursos obtidos com a subscrição dos CRI serão utilizados exclusivamente pela Emissora para, nesta ordem de prioridade: (i) pagamento de custos relacionados com a Emissão, Despesas (abaixo definido) e valores devidos aos prestadores de serviços da Emissão e da Oferta, incluindo, sem limitação, eventuais comissões de estruturação, distribuição e sucesso, bem como honorários de assessoria legal e financeira, líquidos de tributos; (ii) composição do Fundo de Despesa (abaixo definido); e (iii) pagamento do Preço de Aquisição, devido no âmbito do Contrato de Cessão, sendo que referidos recursos serão destinados, diretamente pela Cedente, em até 1 (um) Dia Útil posterior ao recebimento do Preço de Aquisição, ao pagamento da Operação Financeira. O pagamento das despesas mencionadas no item (i), acima, bem como a composição do Fundo de Despesa, indicado no item (ii), acima, serão realizados com os recursos do Preço de Aquisição, pela Emissora, por conta e ordem da Cedente, que serão descontados do pagamento do Preço de Aquisição, na forma prevista na cláusula 3.1.1 do Contrato de Cessão.

 

Amortização Extraordinária e Resgate Antecipado

    14I0103933 voltar


Amortização Extraordinária

5.24. Não será permitida amortização extraordinária dos CRI pela Emissora, que deverá observar as regras de Amortização Programada previstas na cláusula 5.23, acima.

Resgate Antecipado

5.25. A Emissora poderá realizar o resgate antecipado da totalidade dos CRI, observadas as condições do exercício, pela(s) Cedente(s), da opção de recompra prevista na cláusula 8.9 do Contrato de Cessão, a qualquer tempo e independentemente de manifestação de vontade pelos titulares de CRI, a partir do 37º (trigésimo sétimo) mês (inclusive) após a Data de Emissão, mediante envio de aviso prévio, pela Cedente, com, no mínimo, 15 (quinze) Dias Úteis da data do evento, a ser enviado, à Emissora e ao Agente Fiduciário ("Opção de Recompra" e "Resgate Antecipado"). A Emissora ou o Agente Fiduciário, conforme o caso, deverão notificar os titulares de CRI a este respeito em até 5 (cinco) Dias Úteis da data do evento.

5.25.1. O exercício da Opção de Recompra resultará no Resgate Antecipado e implicará: (i) o pagamento, pela Cedente, em até 8 (oito) Dias Úteis a contar da data de recebimento, pela Emissora, do aviso referente ao exercício da Opção de Recompra, de preço equivalente: (a) ao saldo devedor dos CRI, acrescido da Remuneração, na data em que ocorrer a liquidação, obtido de acordo com a fórmula prevista no Contrato de Cessão; e (b) ao prêmio de pré-pagamento, calculado com base na fórmula prevista no Contrato de Cessão; (ii) a devolução pela Emissora, à Cedente ou a quem esta vier a indicar, dos Documentos Comprobatórios abrangidos pela Opção de Recompra, no prazo de até 10 (dez) dias, contados da efetivação do pagamento de valores devidos à Emissora, nos termos do item (i), acima; e (iii) o pagamento dos valores devidos aos titulares do CRI a título de Resgate Antecipado, pela Emissora, em até 2 (dois) Dias Úteis, contados do recebimento dos valores previstos no item (i), acima, pela Emissora.

 

Garantia

    14I0103933 voltar


Regime Fiduciário

5.15. Nos termos previstos pela Lei 9.514, será instituído regime fiduciário sobre os Créditos Imobiliários, a Alienação Fiduciária de Imóvel (abaixo definido) e o Fundo de Despesa ("Regime Fiduciário").

Garantia

5.16. As Obrigações (abaixo definidas) serão garantidas por meio de alienação fiduciária do Imóvel ("Alienação Fiduciária de Imóvel"), conforme regulada pelos "Instrumento Particular de Constituição de Alienação Fiduciária de Imóvel em Garantia", a ser celebrado entre a Cedente e a Emissora, com a anuência do Agente Fiduciário, após a liquidação dos CRI e a liberação da alienação fiduciária do Imóvel atualmente constituída em favor do Financiador, em garantia da Operação Financeira ("Contrato de Alienação Fiduciária de Imóvel").

5.16.1. A Alienação Fiduciária de Imóvel descrita na cláusula acima não se encontra totalmente constituída, na presente data, considerando que o Contrato de Alienação Fiduciária de Imóvel foi assinado na presente data e sua prenotação, bem como posterior registro perante o Cartório de Registro de Imóveis competente, serão realizados somente após a liquidação da Oferta e destinação dos recursos na forma prevista na cláusula 4.4, acima, a partir da liberação de alienação fiduciária do Imóvel atualmente constituída em favor do Financiador, em garantia da Operação Financeira.

5.16.2. As obrigações garantidas pela Alienação Fiduciária de Imóvel correspondem ao fiel, pontual e integral pagamento de toda e qualquer obrigação principal e/ou acessória, presente e/ou futura, incluindo, mas não se limitando, ao pagamento do montante de principal, juros remuneratórios, despesas e encargos ordinários e/ou de mora, penalidades, custas, honorários e demais valores exigidos legal e/ou contratualmente, conforme aplicável, incorridos, no âmbito da Emissão e da Oferta, para (i) manter e administrar o Patrimônio Separado, incluindo, sem limitação, arcar com o pagamento do valor da remuneração e amortização integral dos CRI e com todos os custos relacionados à distribuição dos CRI; e (ii) efetuar quaisquer pagamentos, inclusive os derivados de (a) inadimplemento, total ou parcial dos CRI; (b) vencimento antecipado dos CRI; (c) incidência de tributos, além das despesas de cobrança e de intimação, conforme aplicável; (d) qualquer custo ou despesa incorrido pela Emissora, pelo Agente Fiduciário ou pelos titulares de CRI em decorrência de processos, procedimentos e/ou outras medidas judiciais ou extrajudiciais necessárias à salvaguarda dos direitos dos titulares dos CRI; (e) haver qualquer outro montante devido pela Devedora ou pela Cedente relacionado com a emissão e oferta dos CRI; (f) qualquer custo ou despesa incorrido para emissão e manutenção da CCI, incluindo, sem limitação, os previstos na cláusula 9ª do Contrato de Cessão; e (g) inadimplemento no pagamento ou reembolso de qualquer outro montante devido e não pago, relacionado com a emissão e oferta dos CRI ("Obrigações").

5.16.2.1. O Imóvel, objeto da garantia fiduciária descrita acima, foi avaliado, em Junho de 2014, no valor de R$76.100.000,00 (setenta e seis milhões de reais), e garantirá o valor total da Emissão.

5.16.3. O Contrato de Alienação Fiduciária de Imóvel será (i) submetido a registro para a constituição da garantia fiduciária no Dia Útil subsequente ao registro do termo de liberação da alienação fiduciária ora constituída sobre o Imóvel em favor do Financiador, em garantia da Operação Financeira; e (ii) registrado à margem da matrícula do Imóvel em até 90 (noventa) dias contados da data de sua prenotação para registro em cartório, observadas as hipóteses de prorrogação nele previstas. Sem prejuízo dos prazos estabelecidos, o protocolo da prenotação do Contrato de Alienação Fiduciária de Imóvel no cartório competente deverá ser apresentado à Emissora e ao Agente Fiduciário em até 5 (cinco) Dias Úteis, contados da data indicada no item (i), acima.

5.16.3.1. Em qualquer caso, sem prejuízo dos prazos e procedimentos acima previstos, nos termos do item (xviii) da cláusula 6.1 do Contrato de Cessão, a Cedente assumiu a obrigação de celebrar o Contrato de Alienação Fiduciária de Imóvel, bem como realizar e pagar por todos e quaisquer registros que sejam necessários para a formalização de referida garantia e dos negócios jurídicos avençados neste Termo de Securitização, no Contrato de Cessão e no Contrato de Alienação Fiduciária de Imóvel, de modo que a Alienação Fiduciária seja plenamente constituída em garantia das Obrigações em até 90 (noventa) dias corridos após a liquidação da emissão dos CRI.

5.17. É razão determinante da Emissora, para realizar a emissão dos CRI, e dos titulares de CRI, para subscrição e integralização dos CRI, a declaração da Cedente, prestada no Contrato de Cessão, e da Devedora, prestada no âmbito da notificação prevista na cláusula 3.14 do Contrato de Cessão, de que a outorga da Alienação Fiduciária de Imóvel não compromete, nem comprometerá, até a Data de Vencimento, total ou parcialmente, a operacionalização e continuidade das atividades pela Cedente e/ou da Devedora, em especial sua liquidez, capacidade creditícia ou desempenho operacional.

5.17.1. Sem prejuízo da constituição da Alienação Fiduciária de Imóvel, a Cedente reconheceu, no âmbito do Contrato de Cessão, que permanecerá responsável pela execução e conclusão das obras objeto do Contrato de Locação, bem como pelos procedimentos necessários à plena regularização do Imóvel, representada pela obtenção de todas as autorizações, alvarás e licenças necessárias para a regular ocupação do Imóvel, incluindo, sem limitação, o habite-se. Nesse sentido, a Emissora se comprometeu, no âmbito do Contrato de Cessão, a conceder à Cedente, observada a constituição da Alienação Fiduciária de Imóvel, os poderes necessários para cumprimento de referidas obrigações, assumidas no âmbito do Contrato de Locação, mediante a outorga de procuração com poderes específicos, pelo prazo necessário ao seu cumprimento, limitada à vigência da Alienação Fiduciária de Imóvel.

5.18. Observada a cláusula 5.16.2.1, acima, fica certo e ajustado que a Emissora ou o Agente Fiduciário, conforme previsto neste Termo de Securitização, poderão executar a Alienação Fiduciária de Imóvel, total ou parcialmente, tantas vezes quantas forem necessárias, sem ordem de prioridade, até o integral adimplemento das Obrigações, ficando ainda estabelecido que, desde que observados os procedimentos previstos no Contrato de Cessão, neste Termo de Securitização e no Contrato de Alienação Fiduciária de Imóvel, a excussão da Alienação Fiduciária de Imóvel independerá de qualquer providência preliminar por parte da Emissora ou do Agente Fiduciário, nas hipóteses previstas neste Termo de Securitização, tais como aviso, protesto, notificação, interpelação ou prestação de contas, de qualquer natureza.

5.19. A excussão da Alienação Fiduciária de Imóvel pela Emissora deverá observar as hipóteses previstas na cláusula 6ª, abaixo, e na Lei 9.514.

5.20. Nos termos do Contrato de Cessão, a Cedente: (i) declara conhecer os termos do Contrato de Cessão, deste Termo de Securitização, do Contrato de Alienação Fiduciária de Imóvel e dos demais documentos relacionados à emissão dos CRI; e (ii) compromete-se a: (a) com eles cumprir; (b) exercer seus direitos de forma a não prejudicar os direitos e prerrogativas dos titulares de CRI, da Emissora, o cumprimento integral das Obrigações, a Alienação Fiduciária de Imóvel e seu objeto, e (c) não aprovar e/ou realizar qualquer ato em desacordo com o disposto nos documentos indicados no item (i), acima.

5.21. A Alienação Fiduciária de Imóvel deverá ser levada a registro e registrada na forma e nos prazos descritos em seu instrumento constitutivo.

5.22. Será constituído fundo de reserva financeira no montante de R$431.559,60 (quatrocentos e trinta e um mil, quinhentos e cinquenta e nove reais e sessenta centavos) utilizado para pagamento de quaisquer obrigações e despesas que vier a ter durante a vigência dos CRI, incluindo, mas não se limitando as despesas com a administração do Patrimônio Separado, com o Agente Fiduciário, com Banco Liquidante, a escrituração e custódia dos CRI que não possam ser cumpridas em razão da indisponibilidade momentânea de recursos no caixa do Patrimônio Separado ("Fundo de Despesa"). O Fundo de Despesa será constituído na conta corrente de nº 2959-9, na agência 2372/8 do Banco Bradesco S.A., de titularidade da Emissora. A Emissora, conforme autorizado pela Cedente, reterá do Preço de Aquisição, o valor necessário para constituição do Fundo de Despesa, valor este que deverá ser conservado até a integral liquidação das Obrigações.

5.22.1. Os recursos do Fundo de Despesa também estarão abrangidos pela instituição do Regime Fiduciário.

5.22.2. Os recursos depositados no Fundo de Despesa serão investidos pela Emissora exclusivamente em: (i) títulos públicos federais e operações compromissadas com lastro em títulos públicos federais; (ii) certificados de depósitos bancários com liquidez diária emitidos por instituições financeiras que tenham a classificação de risco igual a AAA (triplo A) em escala nacional, atribuída pelas agências STANDARD AND POOR'S RATINGS DO BRASIL LTDA., FITCH RATINGS BRASIL LTDA. e/ou MOODY'S AMÉRICA LATINA LTDA.; ou (iii) quotas de emissão de fundos de investimento regulados pela Instrução CVM 409, com liquidez diária, cuja política de investimento preveja, exclusivamente, o investimento nos ativos elencados nos itens (i) e (ii), acima, inclusive no que se refere à classificação de risco.

5.22.3. O Agente Fiduciário, a Emissora e/ou tampouco seus respectivos diretores, empregados ou agentes, não terão qualquer responsabilidade com relação a quaisquer prejuízos, reinvindicações, demandas, danos, tributos ou despesas, resultantes do investimento, reinvestimento ou liquidação dos investimentos, inclusive, entre outros, qualquer responsabilidade por quaisquer demoras (não resultantes de transgressão deliberada) no investimento, reinvestimento ou liquidação dos investimentos, ou quaisquer lucros cessantes inerentes a essas demoras, cabendo ao Agente Fiduciário e/ou à Emissora apenas e tão somente a prestação dos serviços estabelecidos neste Termo de Securitização, exceto se ocasionados por culpa ou dolo do Agente Fiduciário da Emissora e/ou de seus respectivos diretores, empregados ou agentes.


 

Remuneração

  14I0103933 voltar


5.1.  O Valor Nominal Unitário será atualizado monetariamente, a partir da Data de Integralização, no mês de abril de cada ano, pela variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE ("IPCA"), sendo o produto da atualização incorporado ao Valor Nominal de cada CRI automaticamente ("Atualização Monetária"), tendo como dia de referência para cada atualização a Data de Aniversário no mês de abril do ano de cada atualização, conforme disposto na fórmula abaixo:

 

VNa = VNe x C

 

em que:

 

VNa = Valor Nominal Unitário expresso em reais, atualizado pela Atualização Monetária, calculado com 8 (oito) casas decimais, sem arredondamento.

 

VNe = Valor Nominal Unitário, ou saldo do Valor Nominal Unitário após incorporação de juros, atualização ou amortização, o que ocorrer por último, expresso em reais, calculado/informado com 8 (oito) casas decimais, sem arredondamento.


C = fator da variação acumulada do IPCA, apurado na periodicidade prevista na cláusula 5.10, acima, calculado com 8 (oito) casas decimais, sem arredondamento, calculado da seguinte forma:

 

 

em que:

 

NIn = valor do número-índice do IPCA referente ao mês de fevereiro do ano de cada Atualização Monetária, sendo que para a primeira Atualização Monetária, em abril de 2015, NIn será o número-índice do IPCA referente ao mês de fevereiro de 2015.

 

NIo = valor do número-índice do IPCA referente ao mês de fevereiro do ano anterior ao ano de cada Atualização Monetária, sendo que para a primeira Atualização Monetária, em abril de 2015, NIo será o número-índice do IPCA referente ao mês de julho de 2014.

 

Observações:

 

Considera-se "Data de Aniversário" todo dia 10 (dez) de cada mês. Caso o dia 10 (dez) de cada mês não seja dia útil, prorroga-se a data para o primeiro dia útil subsequente.

 

Os valores dos finais de semana ou feriados serão iguais ao valor do dia útil subsequente.

 

5.2.  Sobre o Valor Nominal Atualizado, ou seu saldo, incidirão juros remuneratórios prefixados, correspondentes a 7,1215% (sete inteiros, mil duzentos e quinze décimos milésimos por cento) ao ano, base 252 (duzentos e cinquenta e dois) dias úteis, calculada de forma exponencial e cumulativa, pro rata temporis por dias úteis, a partir da Data de Integralização ("Juros Remuneratórios" e, em conjunto com a Atualização Monetária, "Remuneração"). Os Juros Remuneratórios deverão ser pagos ao final de cada Período de Capitalização, observadas as hipóteses de prorrogação de prazo previstas nas cláusulas 5.41 e 5.42, abaixo, sendo o primeiro pagamento devido em 19 de outubro de 2014 e os demais devidos nas datas previstas no Anexo 5.11 a este Termo de Securitização. Os Juros Remuneratórios serão calculados de acordo com a seguinte fórmula:

 

J = VNa x (Fator Juros - 1)

 

J = valor unitário dos Juros Remuneratórios devidos ao final de cada Período de Capitalização, calculado com 8 (oito) casas decimais, sem arredondamento.

 

VNa = Valor Nominal Unitário, atualizado pela Atualização Monetária, calculado com 8 (oito) casas decimais, sem arredondamento.


Fator Juros = fator de juros fixos, calculado com 9 (nove) casas decimais, com arredondamento, da seguinte forma:
 

taxa = taxa de juros fixa, informada com 4 (quatro) casas decimais, de 7,1215 (sete inteiros, mil duzentos e quinze décimos milésimos).


DP = número de dias úteis entre a Data de Integralização ou a data de pagamento dos Juros Remuneratórios imediatamente anterior, conforme o caso, e a data de cálculo, sendo "DP" um número inteiro.

 

Repactuação

    14I0103933 voltar


Não há repactuação prevista para a presente emissão.

 

Covenants

  14I0103933 voltar


Não há covenants definidos para a presente emissão.

 

Eventos de Pagamento

   14I0103933 voltar


 1- Pagamentos Realizados

2- Pagamentos Programados TS - R$/título
Os valores a seguir são referenciados à Data de Emissão e serão
atualizados conforme estabelecido no Termo de Securitização

 
Parc Data Data Saldo Dias Juros Amortização Amortização
  Apuração Pagamento R$ Úteis 7,1215% R$ %
1 10/10/2014 14/10/2014 337.795,01 15 1.397,33 2.748,18 0,8070%
2 10/11/2014 12/11/2014 335.591,57 21 1.942,07 2.203,44 0,6523%
3 10/12/2014 12/12/2014 333.467,61 22 2.021,55 2.123,96 0,6329%
4 12/01/2015 14/01/2015 331.147,68 21 1.917,19 2.319,93 0,6957%
5 10/02/2015 12/02/2015 328.996,87 21 1.903,85 2.150,80 0,6495%
6 10/03/2015 12/03/2015 326.471,82 18 1.620,61 2.525,05 0,7675%
7 10/04/2015 14/04/2015 324.292,95 22 1.966,62 2.178,87 0,6674%
8 11/05/2015 13/05/2015 321.744,98 19 1.686,42 2.547,97 0,7857%
9 10/06/2015 12/06/2015 319.537,49 21 1.849,79 2.207,49 0,6861%
10 10/07/2015 14/07/2015 317.316,70 22 1.924,85 2.220,79 0,6950%
11 10/08/2015 12/08/2015 314.995,53 21 1.824,34 2.321,17 0,7315%
12 10/09/2015 14/09/2015 312.747,41 22 1.897,49 2.248,12 0,7137%
13 13/10/2015 15/10/2015 310.399,92 22 1.883,94 2.347,48 0,7506%
14 10/11/2015 12/11/2015 307.953,66 19 1.614,17 2.446,26 0,7881%
15 10/12/2015 14/12/2015 305.663,10 22 1.855,07 2.290,56 0,7438%
16 11/01/2016 13/01/2016 303.107,15 20 1.673,42 2.555,95 0,8362%
17 10/02/2016 12/02/2016 300.704,11 20 1.659,43 2.403,03 0,7928%
18 10/03/2016 14/03/2016 298.287,36 21 1.728,83 2.416,76 0,8037%
19 11/04/2016 13/04/2016 295.774,88 21 1.714,93 2.512,47 0,8423%
20 10/05/2016 12/05/2016 293.329,71 20 1.619,29 2.445,17 0,8267%
21 10/06/2016 14/06/2016 290.951,10 22 1.766,98 2.378,61 0,8109%
22 11/07/2016 13/07/2016 288.398,29 21 1.672,75 2.552,80 0,8774%
23 10/08/2016 12/08/2016 286.069,19 22 1.737,27 2.329,10 0,8076%
24 12/09/2016 14/09/2016 283.568,37 22 1.723,24 2.500,82 0,8742%
25 10/10/2016 13/10/2016 281.053,12 20 1.552,46 2.515,25 0,8870%
Parc Data Data Saldo Dias Juros Amortização Amortização
  Apuração Pagamento R$ Úteis 7,1215% R$ %
26 10/11/2016 14/11/2016 278.523,36 21 1.615,85 2.529,76 0,9001%
27 12/12/2016 14/12/2016 275.902,74 21 1.601,30 2.620,63 0,9409%
28 10/01/2017 12/01/2017 273.419,06 21 1.586,24 2.483,68 0,9002%
29 10/02/2017 14/02/2017 270.995,75 23 1.722,14 2.423,31 0,8863%
30 10/03/2017 14/03/2017 268.184,98 18 1.334,90 2.810,77 1,0372%
31 10/04/2017 12/04/2017 265.581,17 21 1.541,86 2.603,81 0,9709%
32 10/05/2017 12/05/2017 262.816,74 19 1.381,10 2.764,43 1,0409%
33 12/06/2017 14/06/2017 260.254,27 23 1.655,36 2.562,46 0,9750%
34 10/07/2017 12/07/2017 257.533,58 19 1.353,40 2.720,70 1,0454%
35 10/08/2017 14/08/2017 255.010,00 23 1.622,08 2.523,57 0,9799%
36 11/09/2017 13/09/2017 252.260,49 21 1.466,12 2.749,52 1,0782%
37 10/10/2017 13/10/2017 249.634,45 21 1.450,31 2.626,03 1,0410%
38 10/11/2017 14/11/2017 246.924,17 21 1.435,21 2.710,28 1,0857%
39 11/12/2017 13/12/2017 244.062,82 20 1.351,84 2.861,36 1,1588%
40 10/01/2018 12/01/2018 241.320,53 20 1.336,18 2.742,29 1,1236%
41 14/02/2018 16/02/2018 238.628,60 23 1.519,96 2.691,93 1,1155%
42 12/03/2018 14/03/2018 235.658,62 18 1.175,46 2.969,97 1,2446%
43 10/04/2018 12/04/2018 232.867,95 20 1.290,17 2.790,67 1,1842%
44 10/05/2018 14/05/2018 230.061,20 21 1.338,82 2.806,76 1,2053%
45 11/06/2018 13/06/2018 227.175,08 21 1.322,68 2.886,12 1,2545%
46 10/07/2018 12/07/2018 224.398,09 21 1.306,09 2.776,99 1,2224%
47 10/08/2018 14/08/2018 221.666,04 23 1.413,38 2.732,05 1,2175%
48 10/09/2018 12/09/2018 218.734,07 20 1.213,56 2.931,98 1,3227%
49 10/10/2018 15/10/2018 215.906,05 22 1.317,62 2.828,01 1,2929%
50 12/11/2018 14/11/2018 212.942,53 21 1.241,30 2.963,53 1,3726%
Parc Data Data Saldo Dias Juros Amortização Amortização
  Apuração Pagamento R$ Úteis 7,1215% R$ %
51 10/12/2018 12/12/2018 209.962,82 19 1.107,36 2.979,70 1,3993%
52 10/01/2019 14/01/2019 207.024,39 21 1.207,13 2.938,43 1,3995%
53 11/02/2019 13/02/2019 204.069,12 22 1.247,08 2.955,27 1,4275%
54 11/03/2019 13/03/2019 200.928,90 18 1.005,23 3.140,22 1,5388%
55 10/04/2019 12/04/2019 198.048,99 22 1.210,37 2.879,91 1,4333%
56 10/05/2019 14/05/2019 194.987,75 20 1.084,27 3.061,24 1,5457%
57 10/06/2019 12/06/2019 191.963,29 21 1.121,03 3.024,45 1,5511%
58 10/07/2019 12/07/2019 188.921,44 21 1.103,65 3.041,85 1,5846%
59 12/08/2019 14/08/2019 185.914,00 23 1.189,93 3.007,44 1,5919%
60 10/09/2019 12/09/2019 182.888,44 21 1.068,87 3.025,56 1,6274%
61 10/10/2019 14/10/2019 179.844,63 22 1.101,69 3.043,81 1,6643%
62 11/11/2019 13/11/2019 176.733,13 22 1.083,36 3.111,49 1,7301%
63 10/12/2019 12/12/2019 173.603,72 20 967,57 3.129,41 1,7707%
64 10/01/2020 14/01/2020 170.456,28 21 998,09 3.147,44 1,8130%
65 10/02/2020 12/02/2020 167.290,74 21 980,00 3.165,54 1,8571%
66 10/03/2020 12/03/2020 164.015,19 19 869,96 3.275,55 1,9580%
67 13/04/2020 15/04/2020 160.857,57 23 1.033,05 3.157,62 1,9252%
68 11/05/2020 13/05/2020 157.504,33 18 792,37 3.353,24 2,0846%
69 10/06/2020 15/06/2020 154.350,78 22 948,78 3.153,55 2,0022%
70 10/07/2020 14/07/2020 151.092,59 21 887,40 3.258,19 2,1109%
71 10/08/2020 12/08/2020 147.815,69 21 868,67 3.276,90 2,1688%
72 10/09/2020 14/09/2020 144.560,64 22 890,42 3.255,05 2,2021%
73 13/10/2020 15/10/2020 141.246,16 22 870,81 3.314,49 2,2928%
74 10/11/2020 12/11/2020 137.873,90 19 734,52 3.372,25 2,3875%
75 10/12/2020 14/12/2020 134.558,86 22 830,53 3.315,04 2,4044%
Parc Data Data Saldo Dias Juros Amortização Amortização
  Apuração Pagamento R$ Úteis 7,1215% R$ %
76 11/01/2021 13/01/2021 131.113,08 20 736,67 3.445,78 2,5608%
77 10/02/2021 12/02/2021 127.793,30 22 789,81 3.319,78 2,5320%
78 10/03/2021 12/03/2021 124.277,32 18 629,50 3.515,98 2,7513%
79 12/04/2021 14/04/2021 120.846,27 22 748,63 3.431,05 2,7608%
80 10/05/2021 12/05/2021 117.362,40 19 628,44 3.483,88 2,8829%
81 10/06/2021 14/06/2021 113.923,79 22 706,97 3.438,60 2,9299%
82 12/07/2021 14/07/2021 110.433,28 22 686,26 3.490,51 3,0639%
83 10/08/2021 12/08/2021 106.952,98 21 634,91 3.480,30 3,1515%
84 10/09/2021 14/09/2021 103.451,66 22 644,27 3.501,32 3,2737%
85 11/10/2021 14/10/2021 99.872,54 21 594,77 3.579,12 3,4597%
86 10/11/2021 12/11/2021 96.301,20 20 546,78 3.571,34 3,5759%
87 10/12/2021 14/12/2021 92.709,36 21 553,66 3.591,84 3,7298%
88 10/01/2022 12/01/2022 89.096,84 21 533,01 3.612,51 3,8966%
89 10/02/2022 14/02/2022 85.512,48 23 561,18 3.584,37 4,0230%
90 10/03/2022 14/03/2022 81.788,15 18 421,23 3.724,32 4,3553%
91 11/04/2022 13/04/2022 78.112,84 22 492,68 3.675,31 4,4937%
92 10/05/2022 12/05/2022 74.394,98 19 406,21 3.717,86 4,7596%
93 10/06/2022 14/06/2022 70.718,01 23 468,58 3.676,97 4,9425%
94 11/07/2022 13/07/2022 66.940,18 20 387,16 3.777,83 5,3421%
95 10/08/2022 12/08/2022 63.216,23 22 403,24 3.723,95 5,5631%
96 12/09/2022 14/09/2022 59.434,13 22 380,81 3.782,10 5,9828%
97 10/10/2022 13/10/2022 55.630,29 20 325,39 3.803,84 6,4001%
98 10/11/2022 14/11/2022 51.804,59 21 319,83 3.825,69 6,8770%
99 12/12/2022 14/12/2022 47.942,66 21 297,84 3.861,93 7,4548%
100 10/01/2023 12/01/2023 44.085,92 21 275,63 3.856,75 8,0445%
Parc Data Data Saldo Dias Juros Amortização Amortização
  Apuração Pagamento R$ Úteis 7,1215% R$ %
101 10/02/2023 14/02/2023 40.218,04 23 277,68 3.867,88 8,7735%
102 10/03/2023 14/03/2023 36.270,60 18 198,11 3.947,44 9,8151%
103 10/04/2023 12/04/2023 32.323,63 20 198,57 3.946,97 10,8820%
104 10/05/2023 12/05/2023 28.355,07 20 176,96 3.968,57 12,2776%
105 12/06/2023 14/06/2023 24.372,54 22 170,81 3.982,53 14,0452%
106 10/07/2023 12/07/2023 20.367,13 20 133,43 4.005,41 16,4341%
107 10/08/2023 14/08/2023 16.349,88 23 128,28 4.017,25 19,7242%
108 11/09/2023 13/09/2023 12.293,85 21 94,00 4.056,03 24,8077%
109 10/10/2023 13/10/2023 8.222,36 21 70,68 4.071,49 33,1181%
110 10/11/2023 14/11/2023 4.124,09 21 47,27 4.098,27 49,8430%
111 11/12/2023 13/12/2023 0,00 20 22,58 4.124,09 100,0000

 

Assembléias

    14I0103933 voltar


Não houve realização de assembléias dos detentores dos CRI's.

 

 

Avisos

   14I0103933 voltar


Não houve publicação de avisos aos detentores dos CRI's.

 

 

Preços Unitários - PU's

   14I0103933 voltar


Os valores calculados refletem nossa interpretação da escritura de emissão não implicando em aceitação de compromisso legal ou financeiro. Os PU's apresentados foram calculados "ao par", isto é, na curva de atualização e remuneração estabelecida na escritura de emissão. Outros agentes do mercado financeiro poderão apresentar valores diferentes dependendo da metodologia de cálculo aplicada. Em caso de dúvida de como os valores aqui apresentados foram apurados solicitamos entrar em contato para maiores esclarecimentos.

Planilha de PU's

 

 

Relatórios do Agente Fiduciário

    14I0103933 voltar


RAF-TRX-1E-8S-2014

RAF-TRX-1E-8S-2015

RAF-TRX-1E-8S-2016

RAF-TRX-1E-8S-2017

 

Documentação

    14I0103933 voltar


Termo de Securitização